Dia do Médico ganha programação comemorativa

Home Notícias do HS Dia do Médico ganha programação comemorativa

A diretora-geral do HS, Lícia Cavalcanti, agradeceu aos médicos pelo empenho e dedicação

O Dia do Médico, comemorado em 18 de outubro, reuniu na data gestores e profissionais da área que atuam no Hospital do Subúrbio (HS) para uma manhã de palestras e homenagem àqueles que se dedicam a cuidar da vida das centenas de pacientes atendidos diariamente na unidade hospitalar. Abrindo o evento, a diretora-geral do HS, Lícia Cavalcanti, parabenizou e agradeceu à equipe médica pelo trabalho que vem desenvolvendo, com qualidade, ética e respeito ao próximo.

A primeira palestra tratou sobre os “Aspectos Epidemiológicos da Mortalidade”, ministrada por Cyntia Lins, coordenadora médica do Serviço de Medicina Intensiva Adulto e da Comissão de Revisão e Análise de Óbitos. Na apresentação, foram exibidos os números de óbitos registrados por trimestre, durante o 7º ano de funcionamento do HS, e a classificação dos institucionais e aqueles não institucionais.

O conselheiro do Cremeb (à direita), Emerentino Araújo, falou sobre declaração de óbito

Convidado pelo corpo gestor do HS para trazer sua expertise à programação especial do Dia do Médico, o conselheiro Emerentino Elton Araújo, do Conselho Regional de Medicina da Bahia (Cremeb), falou sobre “Declaração de Óbito”. Aspectos éticos envolvendo a declaração de óbito e discussão de casos, com perguntas dos participantes, marcaram o momento.

O cantor Armando Lui levou música ao evento

Em seguida, o presidente da Comissão de Ética Médica, André Gusmão, apresentou o trabalho do grupo, seus resultados e os nomes dos membros que compõem a comissão. A atuação do Comitê de Bioética foi abordada por Cyntia Lins, que tratou sobre princípios da bioética clínica e as questões de competência do comitê, como o auxílio em questões envolvendo terminalidade e limitação terapêutica, sigilo profissional e recusa de tratamentos.

A programação contou com apresentação do músico Armando Lui, cantor do projeto do HS “Cantando a Esperança”. Encerrando o evento, um almoço comemorativo foi oferecido aos médicos.