Evento faz alerta sobre gravidade da sepse

Home Notícias do HS Evento faz alerta sobre gravidade da sepse

Colaboradores responderam o quiz

Profissionais de diversos setores do Hospital do Subúrbio (HS) participaram de uma ação de conscientização sobre a sepse, popularmente conhecida como “infecção generalizada”, no dia convencionado para lembrar o combate à doença, o Dia Mundial da Sepse – 13 de setembro.
Promovida pela equipe de Educação Permanente do HS, a atividade incluiu um quiz sobre o tema, a exibição de vídeos e a distribuição de cartilhas e fôlderes explicativos com dados da doença, responsável por matar mais do que o infarto e do que alguns tipos de câncer. Profissionais também esclareceram dúvidas de colaboradores que passavam em frente ao Espaço de Convivência, local escolhido para a ação.
A estagiária em Técnico de Enfermagem, Flávia Almeida, esteve no evento para saber mais a respeito da sepse e considerou positiva a ação. “A atividade é importante para chamar a atenção dos profissionais sobre a sepse”, afirmou Flávia, que já havia tido contato com o assunto durante o seu Treinamento Introdutório, realizado no HS.

A estagiária Flávia Almeida assistiu a vídeo sobre sepse

O Brasil apresenta uma das mais altas taxas de mortalidade do mundo pela sepse. Por ano, são 400 mil novos casos diagnosticados e 240 mil mortes. Hoje, é a principal causa de mortes nas unidades de terapia intensiva. No Hospital do Subúrbio, foram 463 internações por sepse no período de setembro de 2015 a setembro de 2016, com 65% de vidas salvas.
Desde o dia 1º deste mês, profissionais da Educação Permanente do HS têm realizado treinamentos em setores da unidade, abordando o reconhecimento precoce dos primeiros sinais de gravidade para tratamento adequado da sepse e os procedimentos necessários.
A sepse é uma inflamação generalizada do próprio organismo contra uma infecção que pode estar localizada em qualquer órgão. O corpo responde à infecção atacando seus próprios órgãos, que deixam de funcionar bem. Se não descoberta e tratada rapidamente, a inflamação pode levar à parada de funcionamento de um ou mais órgãos, com risco de morte.