Roda de leitura reúne pacientes e familiares comemorando Dia dos Pais

Home Notícias do HS Roda de leitura reúne pacientes e familiares comemorando Dia dos Pais

Atividade contou com leitura de livro para crianças internadas

Uma roda de leitura, realizada na brinquedoteca da enfermaria pediátrica do Hospital do Subúrbio (HS), no dia 7 de agosto, marcou a comemoração pelo Dia dos Pais na instituição, reunindo pacientes e seus familiares, além da equipe do Serviço Social, Grupo de Trabalho em Humanização (GTH) e Escola Hospitalar. A atividade ocorreu em parceria com a Biblioteca Comunitária Paulo Freire, localizada no Subúrbio Ferroviário de Salvador, que contribuiu com a doação de livros infantis.

Roda de leitura com livros à disposição de pais e filhos

“O Super Pai lê para os seus filhos” foi o nome dado pelo GTH à ação, que procurou incentivar o hábito da leitura entre pais e filhos. O momento foi repleto de conversas, distribuição de livros e contação de histórias. Na ocasião, integrantes do projeto Formação de Leitores e Mediadores de Leitura participaram da roda, com apresentação cênica, música e muita descontração. Para as crianças acamadas que não podiam sair do quarto, a equipe foi até os leitos levar o rico mundo das histórias infantis. Afinal, ninguém podia ficar de fora.

Livros pelo hospital

Estimular a leitura também é o objetivo de um novo projeto desenvolvido pelo GTH do Hospital do Subúrbio, em parceria com a Escola Hospitalar. A ideia é espalhar pelo hospital livros dos mais variados temas e para todas as idades, que ficam “esquecidos” nas cadeiras, bancadas e “cantos” dos diversos setores à espera de um leitor.

Colaboradora achou livro “esquecido”

Em 8 de agosto, um dia depois da atividade na brinquedoteca em homenagem ao Dia dos Pais, colaboradores, pacientes, acompanhantes e visitantes tiveram a oportunidade de encontrar livros “esquecidos”, que podiam ser levados para casa ou deixados novamente em um “cantinho” do hospital para dar a vez ao próximo leitor.

No Ambulatório, nas enfermarias e em frente ao Espaço de Convivência era possível encontrar um livro, com um recado nele fixado: “Ei, você que achou este livro! Agora ele é seu! Esta iniciativa faz parte de um projeto à leitura e compartilhamento de conhecimento!”. A intenção é que a ação se torne rotineira, levando às pessoas a diversidade do amplo universo da literatura.