Turmas de Residência Médica concluem formação no HS

Home Notícias do HS Turmas de Residência Médica concluem formação no HS

Residentes reunidos com Lícia Cavalcanti (no centro) e Jorge Motta (atrás à direita)

Médicos do programa de Residência Médica do Hospital do Subúrbio (HS) reuniram-se com o corpo diretor da instituição, no dia 20 de fevereiro, para comemorar a conclusão de suas residências, oportunidade em que fizeram um balanço do período de aprendizado. A celebração foi marcada por um almoço, oferecido aos médicos residentes, e contou com a presença dos coordenadores e supervisores das Residências.

Quatro turmas completaram o período de formação, abarcando, no total, 12 residentes. Após 3 anos do início do programa de Residência Médica em Ortopedia, a primeira turma chegou ao fim do curso, acumulando resultados positivos. Já os programas de residência em Clínica Médica, Pediatria e Cirurgia do Trauma celebraram, cada um, a conclusão de sua segunda turma. As primeiras turmas finalizaram a formação em 2016.

O coordenador da Residência em Clínica Médica, Rogério Palmeira, destacou o ensino com foco no paciente

Em sua fala durante o evento comemorativo, o diretor técnico do HS, Jorge Motta, destacou a vivência, proporcionada aos residentes, ao atuarem em um SUS diferente dentro do Hospital do Subúrbio. “Trata-se de uma proposta capaz de preparar o residente tecnicamente e do ponto de vista humano, com o olhar voltado para a segurança do paciente e a qualidade da assistência, de modo que saiam prontos para atuar como agentes transformadores no sistema de saúde, semeando o aprendizado por onde passem”, explicou.

A diretora-geral do HS, Lícia Cavalcanti, vê com alegria o resultado do aprendizado nas áreas de Clínica Médica, Pediatria, Ortopedia e Cirurgia do Trauma. Isso porque os depoimentos dos concluintes são animadores ao ressaltarem, em especial, a implantação no hospital das Linhas do Cuidado Pediátrico, do Paciente Clínico e do Trauma. Além disso, 81% das vagas para as próximas turmas de residentes já estão preenchidas. “Esse cenário reflete a consolidação dos programas de especialização para os jovens médicos, atuando com foco na segurança do paciente e na satisfação do usuário”, ressaltou a diretora.

Residentes concluintes, diretores, coordenadores e supervisores comemoraram especialização

Segundo o coordenador da Residência em Clínica Médica, Rogério Palmeira, o HS dá continuidade a uma tradição na formação do médico, caracterizada pelo modelo de aprendizado na beira do leito. “Não existe melhor forma de treinar senão aquela em que se coloca o paciente no centro da discussão”. Além do foco no paciente, Dr. Rogério enfatizou a importância do treinamento em saúde, realizado tanto pelo médico quanto pelos demais profissionais da área, o que resulta em melhoria constante da qualidade da assistência e, como consequência, em maior satisfação do usuário. Para ele, é possível perceber no próprio HS evolução na qualidade da assistência a cada ano.

Os programas de Residência do HS em Ortopedia, Clínica Médica e Pediatria tiveram início no ano de 2014. Enquanto a especialização em Ortopedia tem duração de 3 anos, as residências em Clínica Médica e em Pediatria perfazem 2 anos. A Cirurgia do Trauma, que possui como pré-requisito Residência em Cirurgia Geral, demanda 1 ano e iniciou sua primeira turma em 2015. No ano seguinte, o HS aumentou a sua oferta de programas com a inclusão da Residência em Medicina Intensiva Pediátrica.