Hospital do Subúrbio apresenta Linha do Cuidado do AVC

Home Notícias do HS Hospital do Subúrbio apresenta Linha do Cuidado do AVC

217Durante um almoço com neurologistas do HS, colaboradores da emergência, representantes do Serviço Social e da diretoria, foi lançada nesta sexta-feira, dia 31, às 12 horas, no auditório do Hospital do Subúrbio, a Linha do Cuidado do AVC. Esta linha do cuidado não se restringe ao paciente na janela terapêutica para trombólise, e nem termina após as primeiras horas de atendimento. Todos os estágios do atendimento e todos pacientes serão contemplados ao passo que a linha seja implementada na sua totalidade.

Para a diretora-geral do Hospital do Subúrbio, Dra. Lícia Cavalcanti, há uma preocupação permanente com o aperfeiçoamento das práticas e o cuidado em identificar possíveis falhas, com a intenção de corrigi-las rapidamente. “Abrir essas linhas de cuidado é um ato de coragem. É uma forma de avaliar a qualidade da nossa assistência. Para isso, é necessário preparar pessoas. Que tenhamos a partir de agora o monitoramento, o gerenciamento dessa assistência. E, sobretudo, encontrar nesse trabalho, o quantitativo de vidas salvas pela qualidade assistencial que foi prestada”, destacou.

De acordo com o neurologista do Hospital do Subúrbio, Bruno Pedreira, a partir de 1º de julho foram atendidos 49 pacientes e seis pacientes trombolizados. “Precisamos melhorar o tempo de resposta. Comparado a outros hospitais no Brasil tivemos um percentual de 14% de trombólise no mês. É um percentual surpreendente! Nenhum paciente dentro da janela deixou de ter o tratamento, embora, precisamos melhorar o tempo desde sua chegada até a trombólise. A meta é oferecer o tratamento até 60 minutos”, esclarece.

Segundo o gerente de práticas assistenciais da unidade, Dr. Humberto Torreão Herrera, desde 1º de julho a linha vem em processo de implementação. “É um modo de praticar, organizar e gerir o processo de trabalho e os serviços de saúde para garantir o cuidado integral do usuário, de modo responsável, coordenado e de acordo com suas necessidades. Sua análise permite identificar oportunidades de melhoria e de consolidar uma gestão integrada. Temos um bom material para fazermos gestão sobre ele. Há sempre coisas para melhorar”, pontua.

O que se pretende com a Linha do Cuidado é rastrear esse paciente. Tudo isso com a finalidade de incentivar um maior entrosamento entre os setores envolvidos, além de uma integração entre as equipes assistencial e de apoio.

Ascom/Hospital do Subúrbio

(71) 3271-8674