Hospital do Subúrbio abre espaço de diálogo com lideranças comunitárias

Home Notícias do HS Hospital do Subúrbio abre espaço de diálogo com lideranças comunitárias

Promovido pela diretoria da unidade de saúde, foi realizado nesta terça-feira, dia 7, no auditório do Hospital do Subúrbio (HS), mais um encontro com as lideranças comunitárias do Subúrbio Ferroviário de Salvador. Ao todo, 29 membros de comunidades locais e o atual coordenador do Distrito Sanitário, Moisés Telles, e o sub-coordenador, Antônio Farias, participaram da reunião com a diretora-geral, Dra. Licia Cavalcanti, o diretor-técnico, Dr. Jorge Motta, a coordenadora do Serviço Social, Simone Alencar, entre outras pessoas. O encontro permitiu o debate de questões relacionadas ao funcionamento do HS e a necessidade de equipes de retaguarda ambulatorial.

Além de apresentar as lideranças e o atual coordenador do Distrito, a reunião foi essencial para mostrar um balanço da evolução do atendimento, a quantidade diária de pessoas que se dirigem ao hospital, número de funcionários, capacidade instalada, indicadores de permanência e satisfação, além de reafirmar o compromisso do hospital de prestar atendimento qualificado e humanizado nos casos de urgência e emergência, nas situações de risco. Desde sua implantação que o hospital busca estreitar as relações com a comunidade e procura sistematizar reuniões para sensibilizar as lideranças e transformá-los em parceiros.

De acordo com Dra. Lícia, as lideranças comunitárias e o coordenador do Distrito precisam alinhar o discurso através destas reuniões frequentes e elaborar uma pauta coesa de reivindicações para apresentar à gestão municipal. A situação das UPAs mais uma vez foi colocada como uma das principais demandas.

As lideranças ressaltaram a necessidade de uma rede ampliada de atendimento à saúde para a população do Subúrbio Ferroviário, com destaque para a melhoria no atendimento das UPAs da região. Eles sinalizaram ainda a saúde do idoso como pauta relevante para a gestão, bem como a implantação de casas lares e espaço de convivência, além da rede ambulatorial que assista a esse público-alvo, minimizando os efeitos de agravamento da saúde. Além disso, os membros reforçaram a satisfação com o funciomento do hospital.

Segundo a diretora-geral da unidade, é preciso existir um diálogo aberto e eficaz com a organização das lideranças para reivindicar ações significativas. “A saúde se equivale à educação. O distrito precisa realizar trabalho educativo com foco em uma nova população. Precisamos recuperar as ações de rede básica de saúde e cobrar da gestão pública. Com manifestações mais articuladas, sem interferência no direito de ir e vir. Já que algumas manifestações impedem o acesso dos pacientes e profissionais da saúde ao hospital”.

Dra. Lícia pediu o apoio das lideranças para mobilizar a comunidade para a importância da doação de sangue, uma vez que é um componente fundamental para salvar vidas.

O coordenador do Distrito Sanitário, Moisés Telles, disse que sua gestão será pautada em transparência, efetiva atuação e participação popular. “Na atual gestão, estou visitando o Subúrbio com a intenção de conhecer e levantar as principais demandas, visando qualidade no acesso à saúde de todos”.

Ascom/Hospital do Subúrbio

(71) 3271-8674