Gestão de segurança do trabalho tem apoio da CSMS

Home Notícias do HS Gestão de segurança do trabalho tem apoio da CSMS

Integrantes da Comissão reunidos para avaliar necessidades e ações

Inspirada numa filosofia moderna de gestão da segurança, com foco na prevenção de acidentes e melhoria das condições de trabalho, a Comissão de Saúde, Meio Ambiente e Segurança do Trabalho (CSMS) do Hospital do Subúrbio (HS) vem implantando uma nova dinâmica no desenvolvimento e acompanhamento de ações em prol da saúde dos colaboradores do HS.
Uma vez ao mês, a comissão, que é formada por representantes das empresas prestadoras de serviço no hospital, reúne-se para discutir e propor normas e soluções, avaliando os aspectos positivos, negativos e as oportunidades de melhorias nas questões relativas ao meio ambiente, à saúde e segurança do trabalhador. Desde a sua primeira reunião em março de 2011, a CSMS promove encontros no hospital em que são analisados os programas e indicadores de segurança, identificada a necessidade de planos de ação e levantadas as pendências. Neste mês de julho, a comissão estará reunida no dia 20.
“Através dos diagnósticos são traçado planos de ação, de modo a manter a melhoria constante de todo o processo de gestão de segurança. O mais importante é fazer com que as empresas falem a mesma língua, estando comprometidas com a preservação da integridade física e mental de cada colaborador, que é a peça mais importante de qualquer organização”, explica Ana Cláudia Santana, técnica de Segurança do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (Sesmt).
O comprometimento de todos os envolvidos na comissão já é percebido pela equipe do Sesmt, que aponta como exemplo o cumprimento das metas de segurança. Mas o resultado mais esperado é, sem dúvida, o alcance de uma meta que todo empreendimento comprometido com a segurança de seus colaboradores almeja: o “Acidente Zero”. Levantamento realizado pelo Sesmt, relativo a junho de 2011, apontou os índices de desvios, em setores do hospital, envolvendo caixas para descarte de material pérfuro-cortante, que apresenta elevados riscos de acidentes. A engenheira de Segurança, Valeschka Bacelar, destaca o bom desempenho das equipes do Laboratório e Ambulatório de Egressos do HS, onde não foi encontrada nenhuma anomalia na utilização das caixas de pérfuro-cortante. A Unidade de Terapia Semi-Intensiva, por sua vez, reduziu o percentual de desvios de 3,3% em maio deste ano para 2,5% em junho.
A atuação de uma Comissão de Saúde, Meio Ambiente e Segurança do Trabalho em unidades hospitalares é considerada um diferencial por Valeschka Bacelar e Ana Cláudia Santana, já que possibilita um estudo apurado por meio da leitura de diagnósticos estatísticos que identificam as reais necessidades do hospital. Criada no HS pela equipe do Sesmt, a comissão une as prestadoras de serviço do hospital em torno de uma mesma Política de Segurança do Trabalho, estabelecida pelo próprio Sesmt.