Meningite

A meningite é uma inflamação das meninges, que são as membranas que envolvem o cérebro, causada principalmente por bactérias ou vírus. São diversos os tipos de meningites, mas nem todas são contagiosas ou transmissíveis.

Em princípio, pessoas de qualquer idade podem contrair meningite, mas as crianças menores de 5 anos são mais atingidas. A meningite meningocócica é causada por uma bactéria, o meningococo, e é contagiosa.

A sua transmissão pode se dar pelo doente ou pelo portador através da fala, tosse, espirros e beijos, passando da garganta de uma pessoa para outra. Nem todos que adquirem o meningococo ficam doentes, pois o organismo se defende com os anticorpos que cria, através do contato com essas mesmas bactérias, adquirindo, portanto, resistência à doença.

A meningite é uma doença grave. Se diagnosticada e tratada logo pode ser curada sem deixar seqüelas para o doente. Por isso, é preciso atentar para os seus sinais e sintomas: febre alta, dor de cabeça forte, vômitos, rigidez no pescoço (dificuldade em movimentar a cabeça), manchas vinhosas na pele, desânimo, moleza. Após a avaliação médica e a análise preliminar de amostras clínicas, o paciente ficará internado e o tratamento será realizado com antibióticos específicos.

Qualquer caso de meningite deve ser comunicado às autoridades sanitárias, pelo médico ou pelo hospital onde o paciente está sendo tratado. As formas de prevenção são:

  • Vacinação – Existe vacina contra alguns tipos de meningite meningocócica, para os tipos A, C, W135 e Y, porém elas não são eficazes em crianças menores de 18 meses. Em crianças maiores de 18 meses e adultos a proteção da vacina dura de 1 a 4 anos.
  • Evitar aglomerações.
  • Manter os ambientes ventilados e limpos.

 

Fonte: Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde